Se o linux fosse o sistema mais usado…

Olhando os meus feeds acabei me deparando com esse texto, que eu me sinto na obrigação de compartilhar com vocês.

E se o sistema operacional mais usado fosse o Linux …

Eu compreendo o indivíduo que declarou ter problemas em passar do
Windows
para o Linux. Senti o mesmo ao experimentar o Windows. Decidi experimentá-lo, depois de alguns amigos que o usam a toda a hora me dizerem que era ótimo.

Fui até ao site da Microsoft para baixá-lo mas não estava lá disponível. Fiquei frustrado porque não consegui descobrir como se baixava o mesmo. Por
fim tive que perguntar a um amigo e ele disse-me que tinha de o comprar.

Fui até o  carro, fui até à Staples e pedi a um dos vendedores uma cópia do Windows. Ele perguntou-me qual, eu disse-lhe: “Quero a mais completa, por favor” e ele respondeu: “São €599, por favor…”. Soltei um palavrão e voltei para casa de mãos abanando.

Um dos meus amigos deu-me uma cópia do Windows XP mas disse-me para não dizer nada a ninguém. Achei estranho porque faço sempre cópias do Linux
para qualquer pessoa que me peça e digo sempre para passar essa cópia a qualquer outra pessoa que esteja interessada, uma vez que já precisem dela. De qualquer forma coloquei o CD no leitor e esperei que iniciasse o sistema do “Live CD”. Não funcionou. A única coisa que fazia era perguntar-me se o queria instalar. Telefonei para um dos meus
amigos, para saber se estava a fazer alguma asneira, mas ele disse-me: “O XP não roda o sistema diretamente do CD”.

Decidi, então, instalá-lo. Segui as instruções que apareciam na tela mas comecei a ficar nervoso porque não perguntou nada sobre os outros sistemas operacionais. Quando instalei o Linux, ele reconheceu que tinha outros sistemas operacionais na máquina e perguntou-me se queria criar uma nova partição e instalar o Linux lá. Voltei a ligar para o meu amigo e ele disse-me que o Windows elimina qualquer outro sistema operacional que encontra, ao instalar-se.

Fiz uma cópia de segurança das minhas coisas e joguei-me de cabeça na instalação. A instalação foi bastante simples, tirando a parte em que tive que escrever umas letras e um código. Tive de ligar outra vez para o meu amigo mas ele ficou chateado e veio escrever ele próprio o código. Voltou a dizer-me para não dizer nada a ninguém (!!!).Depois de reiniciar o computador, dei corrida de olhos pelo sistema.

Fiquei chocado quando me deixou mudar as configurações do sistema sem pedir o acesso de root. O meu amigo começou a ficar um bocado irritado quando liguei outra vez para ele, mas acabou por aparecer em minha casa. Disse-me que o acesso de root era dado logo na inicialização. Tratei logo de fazer outra conta de usuário normal e passei a usá-la.
Comecei a ficar confuso quando tentei fazer mudanças e o sistema, ao invés de pedir acesso de root, disse-me que tinha que fechar a sessão
de utilizador normal e abrir uma sessão como administrador. Comecei, então, a perceber porque é que tantas pessoas entram sempre como root e tive um arrepio na espinha.

Bom, mas já era hora de trabalhar. Fui ao menu “Iniciar -> Programas”, para abrir uma planilha que eu precisava terminar, mas não consegui encontrar a aplicação de planilhas. O meu amigo
disse-me que o Windows não trazia nenhuma aplicação dessas e que eu teria que a baixar da Internet. “Oh…”, pensei, “uma distribuição
básica”. Fui ao “Adicionar/Remover Programas” do painel de controle
(tal como no Linux), mas não havia lá programas para adicionar. Apenas deixava remover os programas. Não consegui encontrar o botão para adicionar aplicações. O meu amigo disse-me que eu tinha que procurar as aplicações por minha conta. Depois de muita pesquisa no Google, lá encontrei, descarreguei e instalei o OpenOffice.org.

Para dizer a verdade, diverti-me à brava com o Windows. Não entendi muito da terminologia… porque é que há um drive A, depois um C… onde é que está o drive B? Achei a distribuição demasiado básica, não
inclui nenhuma aplicação que seja verdadeiramente de produtividade e torna-se muito confuso procurá-la. O meu amigo disse-me que eu precisava de software anti-vírus e anti-spyware, mas o Windows não
vinha com nada disso.

Achei-o difícil, confuso e demasiado trabalhoso para mim. Pode ser bom para uma pessoa que seja do tipo técnico, como o meu amigo, mas eu fico-me pelo Linux, obrigado.

Vi no Ataliba

Similar Articles

Google Developer Day 2008... Está aberta as inscrições para o Google Developer Day 2008 Brasil. O evento mostra as principais API do Google e seus funcionamentos. Os palestrantes, engenheiros do Google,
.rmvb no Ubuntu Várias vezes tentei rodar os meus animes de Bleach no note. A questão é que os videos eram em .rmvb e o meu note roda Ubuntu. Vi
Multiple Blogroll WordPre... Use how manys blogroll do you want in your site, and put everything your place. Just put the name of link category that you like to show,
Vida de programador Cada dia que passa me deparo um pouco no meu diferencial como programador, não falo do meu nivel de conhecimento da linguagem (pois conheço pessoas que sabem
Yahoo User Interface ou Y... O Yahoo! tem se mostrando um ótimo companheiro para desenvolvedores, mas ao contrário do Google (que tem vários, milhares de ferramentas). O Yahoo! User Interface ou simplesmente
WordPress no blog do MySQ... Que o WordPress é uma excelente ferramenta de blog, isso é indiscutivel. Agora que o Blog do Kaj Arnö da MySQL usava WordPress eu me surpreendi. Me
Inferno Club Com a companhia de @aliceandrade, @paladino, @dgmike fui parar hoje na Augusta no numero 501, onde se localiza o Inferno Club. A idéia principal da noitada era
Um pouco de Arco e Flecha Como já foi dito aqui, pratico arco e flecha. Gosto muito da sensação de força e concentração que precisa ter para atirar uma haste de madeira/carbono em
Ozymandias de Percy Bysshe Shelley I met a traveller from an antique land, Who said–”Two vast and trunkless legs of stone Stand in the desart….Near them, on the
Expressões Regulares ... A um tempo eu venho apanhando de Expressões Regulares (RegEx para os íntimos). Afinal, eu vou comprar o Guia Prático hoje, e pretendo juntar isso a minha

One comment on

Comments are closed.